07/04/2021 ECONOMIA

Argentina e Mxico pedem que G20 crie fundo de reservas do FMI para pases com receitas intermdias

A Argentina e o Mxico propuseram hoje, de forma conjunta perante o G20, a criao de um fundo de reservas com a moeda do FMI (DEG), para que possa ser utilizada pelos pases com receitas intermdias, que so os que mais sofrem os custos financeiros das altas taxas dos emprstimos.

Em declaração assinada por ambos os países, apresentada hoje pelo ministro da Economia, Martín Guzmán, e o ministro mexicano Artuyra Herrera, durante a reunião do G20, solicitaram "considerar novos mecanismos através dos quais os novos DEGs atribuídos possam beneficiar os países com receitas intermédias e que os necessitam”.

O ministro de Economia, Martín Guzmán
O ministro de Economia, Martn Guzmn


O G20 outorgou procuração ao FMI para elevar a emissão de moeda (DEG), que servirá para complementar as reservas de todos os países membros, durante a última reunião de ministros das finanças realizada em fevereiro. Assim, a diretora Kristalina Georgieva avançou na proposta para dotar o FMI de US$ 650 bilhões, que os países receberão segundo a atribuição da parcela que cada país possua no FMI.

Para a Argentina, cuja participação é de 0,67%, o montante a ser recebido será de aproximadamente US$ 4.354 bilhões, que passam a embolsar as reservas internacionais do país, detalhou recentemente o Ministério da Economia.