11/02/2021 POLITICA

Presidente Alberto Fernndez anuncia novo financiamento por US$ 300 milhes para Carto Alimentar

O organismo de crdito internacional CAFBanco de Desenvolvimento da Amrica Latina destinar este ano mais 300 milhes de dlares para o Plano Argentina Contra a Fome e para fortalecer o plano social Carto Alimentar, inserido na emergncia social-sanitria gerada pela pandemia do Covid-19, foi informado hoje em reunio do Conselho Federal do referido programa, liderada pelo presidente Alberto Fernndez.

Fernández destacou o papel da CAF-Banco de Desenvolvimento da América Latina por destinar 300 milhões de dólares "para manter o Cartão Alimentar, o qual possibilita ter acesso a alimentos saudáveis". O Presidente esteve acompanhado pelo Ministro do Desenvolvimento Social, Daniel Arroyo, o secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência, Gustavo Beliz; e a máxima autoridade do Conselho Nacional de Coordenação de Políticas Sociais, Victoria Tolosa Paz.

Conselho Federal do Plano Argentina Contra a Fome
Conselho Federal do Plano Argentina Contra a Fome


"Devemos agradecer a CAF, que no ano passado destinou 300 milhões de dólares e este ano destinará mais 300 milhões para conservar o Cartão Alimentar, o qual possibilita ter acesso a alimentos saudáveis", salientou o Presidente na reunião.

Em julho do ano passado, o mesmo organismo de crédito internacional tinha aprovado uma linha de financiamento por 300 milhões de dólares para o Plano Argentina Contra a Fome e, principalmente, para fortalecer o Cartão Alimentar. Criado no começo do governo de Fernández, o programa visa "garantir a segurança e a soberania alimentar de toda a população", com especial atenção nos setores com maior vulnerabilidade econômica e social.

Também participaram da videoconferência, representantes de organizações sociais, religiosas, empresariais e sindicatos, entre os quais discursou o prêmio Nobel da Paz Adolfo Pérez Esquivel; o líder empresarial Daniel Funes De Rioja; e o vice-presidente da AFA e apresentador de televisão Marcelo Tinelli.